Mind Like Space ~ Mingyur Rinpoche Talks about Finding Inner Freedom through Meditation


A consciência é como o espaço, não pode ser poluída pelas nuvens, você não pode obscurecer o espaço, as nuvens, a terra, o sistema solar, as galáxias você não pode cortar o espaço, você não pode queimar o espaço, o espaço é sempre puro e claro, sempre está lá. A natureza do espaço é sempre pura e limpa, A consciência é assim. E desta maneira, você automaticamente elimina o sofrimento. Por quê? Porque normalmente, a nossa mente depende totalmente das coisas materiais externas, Forma, som, cheiro, sabor, sensação, cinco. E até mesmo pensamentos e emoções, não são materiais, mas. Os pensamentos e as emoções estão sempre ‘pulando’, e todos estes fenômenos, forma, som, cheiro, sabor, sensação, pensamentos e emoções, estão sempre indo e vindo, indo e vindo. Quando está dirigindo numa rua esburacada, Como a rua é esburacada, a rua não é boa e ai você também fica pulando, bum, bum, bum, porque você está se “apoiando” na rua esburacada, então é claro que você também vai ‘pular’, Acontece a mesma coisa se você depender dos fenômenos que estão sempre mudando, impermanência, dependendo das circunstâncias, E ai a sua mente, ou a sua felicidade, se torna como o mercado de ações, altos e baixos, altos e baixos, mas na verdade a consciência é como o espaço, está sempre com você, então se você puder ficar com a sua própria consciência, ai a sua felicidade não fica nestes altos e baixos, se você ficar com as nuvens ai ficará nestes altos e baixos, alguns dias umas nuvens legais, alguns dias sem nuvens, outros dias nuvens péssimas com furação, ou tornado ou tufão. E as vezes muito lindo, com nuvens lindas. Por isso muda a toda hora, Mas se ficar com o espaço, não mudará. Por isso dizemos que ‘Você alcançará a liberdade da mente”. Como mencionei ateriormente, a nossa mente é como uma bandeira ao vento, está sempre sendo soprada de um lado ao outro, sem controle, não é livre, não tem liberdade. E qual o significado de alcançar a liberdade da mente? Por exempo, você não quer ficar bravo, mas a raiva vem, você não quer ficar chateado, mas fica chateado, você não quer ficar deprimido, mas fica deprimido, você não quer se preocupar de mais, mas a preocupação vem, Normalmente a mente faz o oposto, você quer algo e ela vai para o outra direção, sabe? Isso é o que chamamos de não livre. a sua mente não tem liberdade. Como ser livre disso? O único jeito é aprender a lidar com a sua mente, ou como praticar com a mente. Pois se tentar alcançar a verdadeira liberdade, a liberdade interna, procurando por coisas materiais externas, ou fenômenos externos, não ajudará. Então como alcançar esta liberdade? Através da prática da consciência. E ai a sua mente automaticamente ficará calma, pacífica, viável, maleável, o que nós chamamos de maleável ou manejável. pacífica, alegre, espaçosa, estas são as experiências da meditação, não a essência da meditação, a essência da meditação é a consciência. Mas claro que no começo é muito difícil, não apenas pra vocês mas pra mim também. mas ao praticar mais e mais, vai ficando cada vez melhor. Tradução e legendas: Tergar Brasil

35 thoughts on “Mind Like Space ~ Mingyur Rinpoche Talks about Finding Inner Freedom through Meditation

  • Thank you so much. I truly love how you explain everything in such simple words and wonderful images. Just listening to you is like a peaceful meditation that totally centers me.

  • Dear Rinpoche-la! Most precious Lama!
    Thank you so much for all the auspicious blessings you are giving to the world….even while in retreat.

  • Great appreciatefor the clip. He is truly wonderful. He is off into his special retreat. Actually, almost six months already from June 2011. He had prepared the talks and teaching so we can still benefit. Thank you very much. Pray for you to have a wonderful retreat and I will also pray for your health and no obstacle. Thank you.

  • I am not a fan of Buddhism and especially Tibetan Buddhism. Buddhism's greatest desire is to reach Nirvana – complete dissolution of the individual mind. Secondly Tibetan Buddhism seems obssessed with death and its discussion of Bardo states reminds me strongly of Christianity's discredited belief in a sterile heaven and a profoundly sadistic hell.

  • "Desire is to reach Nirvana". Clearly you don't 'get it" if you use the word desire. It is not about desiring at all, like Islam or Christianity.

  • Buddhism doesn´t want dissolution of the individual mind or the self because buddhists don´t believe there is a self so how should one dissolve it ? And bardo is not hell or heaven. Bardo is bardo. Hell is hell and heaven is heaven. They think so much about death to stop the thinking of "I have time. I do that later". It´s to overcome laziness.

  • For Stephanie and others: Its not about bardo, hell and heaven. Buddhism, in particular the Buddhist philosophy, is about learning to tame the mind. Bardo, hell and heaven is happening in our lifetime, while we are alive, not after life. We create our hells, brimstones, and volcanoes of mind ourselves. So we can learn to tame all of those. The Buddha has said many times that he is not concerned about the after life, gods or metaphysical. Instead he is concerned about all of us learning to become better, kinder, tamer, more loving to all beings, more caring, more responsible, and all the good things.

  • Agree with Nicola. when ur angry at someone who feels it first?? not the one ur directing it too but you. when you steal and are unsustainable, you only attract those people, and all the stress that comes with them. same if ur greedy ur always self conscious, always bothered about what others think; always looking for more. Heaven and hell are real only because we create them for our selves. This is why Buddhism works so well… Buddhism has a lot going for it, especially the part where you're meant to treat other people as if they were you. with the same understanding you allow ur self then i recon the world would become a lot better for a lot of people.

  • Thank you! Myingur Rinpoche is a wonderful teacher! I am grateful by the videos, I am a little bit attached to them…hehehe. I am learning to love all moments of mind, then the wide scenario for all feelings and emotions is the loving mind present.

  • you know i watch many things, also about spiritual stuff but with this individual i get the joy i say "yeah thats right" . all the metaphors it really seems he got it figured living like that for real. im so impressed. Its worth listening and learning.!!!!

  • I wanted so much to develop this awareness through meditation but it is not easy at all. Rinpoche is so right, happiness is like the stock market and I dislike this up and down all the time.

  • this is really cool. And it doesn't really have anything to do with religion has it? I don't mean to be disrespectful but I don't think I could ever belong to any religion. But this I wanna do – it seems like the only thing to do when your mind and emotions are causing havoc anyways 🙂

  • Now this reminds me of the scene fr. The matrix where Neo says there is no spoon and he bends his head then the spoon also bends. So I guess it's like when he said that he became aware that there really is no spoon. his clear awareness let him see the ideas/programs floating before his mind…

  • Nature of mind … is always seeking, once you become witness, witness to your breath, just witness, it eventually leads to witnesser…. I m practicing … hope to reach the observer one day!!!!

  • Rinpoche's teachings are quite funny, expressing a certain deep humour, just love the way Rinpoche explains seemingly difficult terms with very simple examples like "bumpy road" regarding thoughts, emotions, the great dramas and wishful thinking in the coloured mind set – thank you!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *